Doutrinas

Nós Metodistas cremos:
1- num só Deus, criador de todas as coisas;
Pai e Juiz de todos os homens; fonte de toda bondade e justiça, e de toda a verdade e amor;
2- em Jesus Cristo, Filho eterno de Deus, suprema revelação do Pai; nosso Mestre, Exemplo e Redentor — o único Salvador dos homens;
3- no Espírito Santo, Deus presente conosco, inspirador, guia, consolo e fortaleza dos crentes em todos os tempos e lugares;
4- na Igreja Universal, formada de todos os que aceitam a Jesus Cristo como seu Salvador pessoal;
5- nas Sagradas Escrituras, a Bíblia, como a única regra de fé e prática para os cristãos, e no direito que todo homem tem de examiná-las por si mesmo;
6- num só Mediador entre Deus e os homens — Jesus Cristo, homem (I Timóteo 2.5);
7- no sacerdócio universal dos crentes, ou no direito que todos os homens têm de se aproximar a Deus sem a interferência de outra criatura humana;
8- na experiência pessoal do crente com Jesus Cristo e no fato que “o Espírito de Deus testifica com o nosso espírito que somos filhos de Deus” (Romanos 8.16);
9- no reino de Deus como o governo divino da sociedade humana, e na fraternidade dos homens sob a paternidade de Deus; e, finalmente;
10-no triunfo final da justiça, e na vida eterna. 

A denominação Metodista:
O movimento metodista surgiu na Inglaterra, no século XVIII, a partir de uma profunda experiência pessoal com Deus, do Pastor anglicano João Wesley.
Sentindo seu coração aquecido, ele teve certeza do perdão e aceitação divina e isto se tornou o centro da pregação e mensagem de João Wesley (1703-1790).
João Wesley começou então a falar ao ar livre para mineiros e trabalhadores, nas portas das fábricas e das minas de carvão. O movimento metodista, por  lutar  pela justiça social, evitou graves conflitos sociais e até mesmo uma guerra civil na Inglaterra do século XVIII. 

"A Igreja Metodista é uma assembléia de pessoas que creem em Jesus como o Filho de Deus, enviado ao mundo para salvar os pecadores (I Tim 1.15). Sua missão é participar da ação de Deus no propósito de salvar o mundo realizando o culto a Deus, pregando a sua Palavra, ministrando os sacramentos (Batismo e Ceia do Senhor), promovendo a fraternidade e a disciplina cristãs e proporcionando a seus membros meios para alcançarem uma experiência cristã progressiva, visando ao desempenho de seu testemunho e serviço no mundo."  (Cânones da Igreja Metodista, Art 3º, parágrafo único, pág. 15). 

A igreja Metodista se caracteriza por:
-Ter a sua base na Bíblia: Assume as doutrinas fundamentais da fé cristã traduzidas pelo amor a Deus e ao próximo.
- Buscar testemunho de vida cristã pessoal e comunitária que é a prova da experiência do crente com Jesus Cristo como Senhor e Salvador.
- Proclamar que o poder do Espírito Santo é fundamental para a vida da comunidade de fé, tanto na piedade como no testemunho social.
- Anunciar que a santificação é buscada através dos atos de piedade (participação dos sacramentos, estudos da Bíblia, oração, jejum e cultos) e em atos de misericórdia (solidariedade com os pobres e marginalizados, participação na vida da comunidade).
- Procurar proclamar as boas-novas de salvação a todas as pessoas.
- Ser comprometida com o bem estar da pessoa total, não só espiritual, mas também em seus aspectos sociais, lutando contra a injustiça, a exploração e toda forma de discriminação.
- Possibilitar o acesso de todas as pessoas aos ministérios da igreja (Sacerdócio universal de todos os crentes - I Pedro 2.9).
- Ser conexonal e conciliar: a missão é realizada em conjunto com as outras Igrejas Metodistas e as decisões são tomadas através de concílios a nível local, regional, geral e mundial.
- Possuir pontos de vistas equilibrados da Bíblia, da conversão e da educação, da salvação e da responsabilidade social, sobre o ecumenismo e as doutrinas sociais.  
                                     
As doutrinas fundamentais dos metodistas são:
Cremos na Bíblia, em Deus, em Jesus Cristo, no Espírito Santo, no ser humano como imagem e semelhança de Deus, no perdão dos pecados, na vitória por meio da vida disciplinada, na centralização do amor, na busca da perfeição cristã, na Igreja, no reino de Deus, na certeza da vida eterna, na segunda vinda de Jesus, na graça de Deus para todos, reconhecendo a possibilidade da queda da graça divina e por isso precisamos vigiar e orar.